273 098 104
Av. Sá Carneiro Ed. São Martinho, Nº 4, R/C, Drtº - Bragança - Portugal
geral@ultimo-pilar.com

Casa Grande de Morais

morais
€1.600.000

Detalhes

Casa Grande de Morais” – Casa Agrícola com elevado património, localizada em pleno Nordeste Transmontano, concelho de Macedo de Cavaleiros, freguesia de Morais, com cerca de 120 hectares distribuídos por 125 parcelas (Terrenos Agrícolas, Casa Senhorial do Sec. XIII, edifícios anexos totalmente construídos em pedra, com alojas para abrigo de animais, silos para forragens, garagem de máquinas agrícolas, casa de caseiro, arrecadação e terreno, 4 hectares com sobreiros, oliveiras, árvores de fruto e possibilidade de culturas arvenses e outras. Destaque-se a Casa Senhorial com três pisos, do Sec. XIII, com Capela.

No Piso 1: Adega e lagar tradicionais com capacidade de armazenamento para 15 mil litros de vinho em pipas de madeira. Espaços para armazenagem de azeites e arrumos.

Piso 2 (habitacional) integra: 1 hall de entrada, sala de jantar, cozinha verdadeiramente típica, casa de arrumos, forno de cozer pão, dois enormes salões com tecto de masseira, ambos com acesso ao terraço em granito (eirado) e Capela medieval a necessitar de obras ao nível do seu interior, 3 quartos e duas casas de banho.

Piso 3: Sótão com 2 quartos e casa de arrumos.

De salientar a rusticidade, de toda a casa, cujas madeiras dos tectos e pisos são seculares, em madeira de castanho com uma duração milenar. As divisões muito espaçosas reflectindo a arquitectura daquela época, a varanda / balcão suportada por antiquíssimas colunas graníticas, as escadas em pedra já gastas, a enorme cozinha da casa em telha vã, relevando a tradição de uma casa agrícola abastada daquele tempo. De facto a intensa aplicação do granito nos pórticos interiores e exteriores da casa e nas janelas, o imponente e bem conservado brasão na fachada principal da capela, as enormes dependências adjacentes à Casa Principal, distinguem de sobremaneira a importância desta poderosa família na terra e na região. Com entrada independente, existe uma dependência com tulhas para armazenagem de cereais. O chamado “Rossio” – largo da Casa compreende um conjunto de edifícios, alojas para animais e silos para forragens. Os terrenos agrícolas estão distribuídos por toda a freguesia, e compreendem desde pinhais, sobreiros, vinha, prados permanentes / lameiros, hortículas e forragens naturais. A produção de cortiça deverá atingir as 600 arrobas em 2016, sendo que, 27 hectares são preenchidos por olival tradicional. Investimento com grande interesse Agro-Pecuário.

Partilhar em:
  • ID: 4105
  • Publicado: Novembro 16, 2019
  • Última atualização: Novembro 16, 2019
  • Visualizações: 317